Aula de Cibercultura 2019

Como tem sido tradição, o Prof. Dr. Jorge Rosa convida-me, todos os anos, para leccionar uma aula no seu seminário de Cibercultura, do Mestrado em Ciências da Comunicação (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas - UNL).

O tema é o mesmo - o cyborg -, mas os conteúdos vão-se alterando e adaptando. Na minha abordagem, cruzo a figura do cyborg com a teoria queer, através do dildo, rematando com a ligação entre todas estas coisas e as micro-narrativas da cidadania da intimidade. Este ano a tónica foi colocada no questionar da suposta separação entre corpo e máquina, e nos desafios epistémicos e metodológicos que isso levanta, bem como nas possibilidades políticas e de resistência que se configuram.

Durante a aula são mostrados excertos dos filmes The MatrixeXistenZCrash Pad, Her e da série de animação japonesa Serial Experiments Lain.

 

A bibliografia está disponível aqui.

 

Gravação da aula


CNM-MOVES Marie Curie Fellowship

 

Objective

This research project focuses on the transnational comparative analysis of the similarities, differences, and connections between social movements that focus on Consensual Non-Monogamies (CNMs), both in Portugal and in the UK, with an emphasis on polyamory. It will consider how this political theme is taken up in different contexts, and how those contexts impact social movements, how they influence one another (via the geographical circulation of cultural products, activists, ideas and affects), how different macro- and micro-political strategies develop and interconnect with other social movements, and how they become enmeshed with the media representations produced about and by those groups. It focuses on the mediatization of intimate citizenship, as well as the history of activism and the interaction among social movements in Europe, and fills a gap in the extant literature on CNMs and sexual politics, opening up new understandings for Human Rights, citizenship, social and legal justice. The project takes into consideration the gendered, racial, sexual and classed aspects of political engagement and visibility, as well as the fluid definition of what is considered “political”. Funding for this project will allow the Experienced Researcher (ER) to considerably increase his academic and employability profile by advancing his position as a leading expert on CNM-related research in Europe; by improving his publication record in English; by allowing him to expand his areas of expertise into Political Theory, Sociology, Law, as well as reinforcing his expertise on gender and sexualities; by diversifying his methodological portfolio and allowing him to receive media, academic writing and PhD supervision training. MMU, the host institution, would benefit from diversifying its academic backgrounds, increase its international connections with other Higher Education Institutions, as well as its solidifying its role in the field of CNM-related research.
 

Project information

Grant agreement ID: 845889

  • Start date

    1 September 2019

  • End date

    31 August 2021

 

Funded under:

H2020-EU.1.3.2.

  • Overall budget:

    € 212 933,76

  • EU contribution

    € 212 933,76

 

Coordinated by:

THE MANCHESTER METROPOLITAN UNIVERSITY, United Kingdom

Entre o cultural e o individual: A ficção científica e a diversidade sexual e de género

Eva Duarte (Sinapsis Consultório)

Daniel Cardoso (ECATI-ULHT / NOVA FCSH)

 

Abstract

A ficção científica nas suas várias vertentes - utopia, distopia e heterotopia - sempre serviu para projectar sobre o futuro as preocupações (sociais e individuais) sobre o presente. Quando o tema é apocalíptico, ainda mais certo é que as ansiedades retratadas são particularmente agudas, e particularmente mobilizadoras de atenção. Através de um olhar analítico para algumas obras e movimentos sociais ligados a representações do fim do mundo, vamos pensar como é que a diversidade sexual e de género se tornou um tópico central da ficção científica, e o que isso reflecte sobre a nossa sociedade. Depois, vamos também compreender a importância que estas obras têm, do ponto de vista clínico e subjectivo, para como cada uma e um de nós vive e pensa sobre as suas próprias experiências de diversidade sexual e de género, e como este tema, longe de ser recente, tem sido um componente da ficção científica mainstream desde há décadas.

 

Audio


 

Curso Livre «Media e Género» - 3ª Ed.

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA A TERCEIRA EDIÇÃO DO CURSO LIVRE «MEDIA E GÉNERO»

 

Onde: Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Quando: A partir de 7 de Março de 2018 (Aula Inaugural Aberta) // 30 horas divididas em 10 semanas // 18:30 - 21:30

Quanto: 180€ no total

O curso dá direito a 5 créditos ECTS.

 

Inscrição e mais informações aqui

Continuar...